Seja bem-vindo ª

Seja bem-vindo ª

Vivendo em vitória.


Vivendo em vitória.
 Graça a Deus que nos dá a vitória por intermédio de nosso Senhor Jesus Cristo. Portanto, meus amados irmãos, sede firmes, inabaláveis, e sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que, no Senhor, o vosso trabalho não é vão.” I Cor 15:57, 58

Tudo que nos aconteceu, todos os sentimentos bons ou ruis desde o seio maternal ficaram gravados em nós, e até hoje fazem diferença em nosso comportamento, nas atitudes e pensamentos. Somos, portanto, um produto do meio que vivemos, ressaltando que há controvérsias, más, a psicologia diz que o caráter é influenciado também por circunstancias vividas, e de igual modo, a fé e o caráter cristão depende de circunstancias vividas com Deus, a saber relacionamento com o criador.
Nossas mentes carregam até hoje as marcas dos pecados e dos traumas, do negativo, das trevas, interferindo nos nossos relacionamentos com o próximo.
Quando nós não conhecemos a nossa posição em Cristo e de como devemos caminhar em vitória e vitória, podemos viver como eternos derrotados e fracassados.
E o que é pior que, fracassar os projetos no coração dos otimistas e sonhadores?
Você não foi chamado a ser medíocre, fracassado, mas vitorioso em Cristo Jesus.

COMO ÉRAMOS ANTES DE CONHECERMOS A CRISTO

O apóstolo Paulo fala da vida passada do crente para firmá-lo na nova posição ou postura em Cristo. “Mas graças a Deus porque, outrora escravos do pecado, contudo viestes obedecer de coração à forma de doutrina a que fostes entregues...” “Porque, quando éreis escravos do pecado…”. Rm 6:17,20
Ele vos deu vida, estando vós mortos nos vossos delitos e pecados. Nos quais andastes outrora, segundo o curso deste mundo, segundo o príncipe da potestade do ar, do espírito que agora atua nos filhos da desobediência. Entre os quais também todos nós andamos outrora, segundo as inclinações da nossa carne, fazendo a vontade da carne e dos PENSAMENTOS; e éramos por natureza filhos da ira”. Ef 2;1-3
Em Colossenses 2:1 Paulo diz: “E a vós outros também que outrora éreis estranhos e inimigos no ENTENDIMENTO pelas vossas obras malignas”.
Em Gálatas 4:8 “Outrora, porém, não conhecendo a Deus, servíeis a deuses que por natureza não o são”.
Muitos de nossos projetos não são bem sucedidos por que Deus não está nele.
Paulo fala de um passado difícil, pecaminoso, obscurecido de trevas. Mente poluída e escravizada. Ele dá uma sentença em II Cor 4:3, 4Mas se o nosso Evangelho está ainda encoberto, é para os que se perdem que está encoberto. Nos quais o deus deste século CEGOU OS ENTENDIMENTOS dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do Evangelho da glória de Cristo, o qual é a imagem de Deus.”

No livro de Colossenses Paulo inspirado pelo Espírito diz que vivíamos em um outro reino, um império das trevas. “Ele nos libertou do império das trevas e nos transportou para o reino do Filho de seu amor”. Cl 1:13, 14.

A NOSSA POSIÇÃO EM CRISTO JESUS, HOJE
A nossa posição diferentemente do passado é outra, nossa postura deve também ser diferente. Não mais de derrotas, não de fracassos, não de mediocridade nem de vida escravizada pelo pecado ou pensamentos escravizantes. “Aquele que está em Cristo nova criatura é as coisas velhas já passaram e eis que tudo se fez novo”. II Cor 5:17
Como então mudaremos esse estado que nos marcou e afetou nossos sentimentos, e que até hoje nos trazem tristezas e derrotas? ‘Renovação’ essa é a palavra que deve fazer parte da vida do crente, até que nossa mente reconheça e assuma a nova posição em Cristo Jesus.
E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela RENOVAÇÃO DE VOSSA MENTE, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus”. Rm 12:2
A mente é mais do que as faculdades racionais. Inclui a personalidade considerada em seus mais profundos aspectos e sugere por isso dizer, a percepção do homem e de toda a sua situação no universo.
A renovação da mente é de caráter espiritual, assumindo o aspecto de reforma em que as faculdades mentais e espirituais são transformada – as faculdades imateriais do indivíduo – são alteradas para melhor. Isso é mais do que a renovação intelectual, porquanto também deve ser ação da própria alma ou espírito a verdadeira essência intelectual do ser humano”. R. C.
Mas ficou ainda na mente marca de um passado de derrotas. A mente guardou todas as coisas ruins, como também guarda as coisas boas.
A nossa mente foi bombardeada por coisas negativas, sofismas, enganos, pensamento de Satanás por parentes amigos e inimigos. Portanto, devemos enchê-la de coisas positivas, regá-la de pensamentos de vitórias e não de derrotas. “Finalmente, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo; tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama. Se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isso o que ocupe o vosso pensamento”. Filipenses 4:8
Más, onde eu irei conhecer a minha posição em Cristo? Na Bíblia, nas promessas de Deus.
Onde nos encontramos? Em Cristo. Nos lugares celestiais; comprados por um alto preço, preço pago pelo o sangue de Jesus o Cristo. Em Cristo somos mais que vencedores. Estamos alicerçados nele. Cristo sempre nos conduz em triunfo, lembrando que, o triunfo só acontece após a guerra, a vitória só vem depois da prova, ressurreição só após a cruz e etc...
Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que nos tem abençoado com toda sorte de bênção espiritual nas regiões celestiais em Cristo” Efésios 1:3
Graças, porém, a Deus, que, em Cristo, sempre nos conduz em triunfo e, por meio de nós, manifesta em todo lugar a fragrância do seu conhecimento.” II Cor 2:14
Em II Cor 10:3-5 nos ensina que podemos mudar essa vida de derrotas e vivermos uma de vitória em Cristo. “Porque, embora andando na carne, não militamos segundo a carne. Porque as armas da nossa milícia não são carnais, e sim poderosas em Deus, para destruir fortalezas, anulando sofismas e toda altivez que se levante contra o conhecimento de Deus, e levando cativo todo pensamento à obediência de Cristo…”

MUDANÇA DE CARÁTER
Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e inabaláveis, e sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que, no Senhor, o vosso trabalho não é vão”. Duas palavras parecidas para nos exortar a mudar a nossa postura de caráter, de comportamento: firmeza e inabalável.
Ser firme no grego é ser constante, é ser estável, sólido, está bem estabelecido. Os crentes devem ser estáveis tanto na sua crença como em sua conduta.
Os crentes de Corinto tinham sido abalados em sua fé, incluindo a crença na ressurreição, e até mesmo quanto à verdadeira compreensão acerca da cruz, mas precisavam ser firmes em sua fé. Também haviam sido abalados em sua vida moral (conforme vemos do capítulo 6-8). Mas, agora deveriam firmar-se como verdadeiros crentes.
Ser inabaláveis (uma negativa da palavra abalável) A palavra não quer dizer apenas “não movidos” e sim inabalável, aquilo que não pode ser abalado.
Em Colossenses 1:23 a exortação ali existente, que usa essa palavra, dá a entender que não devemos deslocar da esperança cristã, conforme a mesma está contida no evangelho. Dessa maneira, pois Paulo denunciou indiretamente os falsos mestres de Corinto. Esses tinham deslocado os crentes Coríntos de um terreno sólido para as areias movediças das especulações e das doutrinas errôneas.
O homem de Deus precisa ser firme para não decair da fé que o Senhor lhes dá em sua Palavra, é por isso que o Salmista ora nos salmos 119: 5 Oxalá sejam firmes os meus passos, para que eu observe os teus mandamentos”. No salmo 108:1 o salmista confessa a sua firmeza: “Firme está o meu coração, ó Deus! Cantarei e entoarei louvores de toda a minha alma”. Confessar nossa firmeza é uma ótima profissão de fé: “Tendo, pois a Jesus o Filho de Deus, como grande sumo sacerdote que penetrou os céus, conservemos firme a nossa confissão”. No salmo 112:7 diz: “Não se atemoriza de más notícias: o seu coração está firme e confiante no Senhor”.
O apóstolo Paulo é mestre nessa exortação, porque foi mestre na firmeza: “Fortalecendo as almas dos discípulos, exortando-os a permanecer firmes na fé; e mostrando que, através de muitas tribulações nos importa entrar no reino de Deus”. At 14:22; “Sede, vigilantes, permanecei firmes na fé, portai-vos varonilmente, fortalecei-vos”. I Co 15:13
Daniel é um exemplo de firmeza em terra estranha: “Resolveu Daniel firmemente não se contaminar com as finas iguarias do rei, nem com o vinho que ele bebia; então pediu ao chefe dos eunucos que lhe permitisse não se contaminar”. Dn 1:8
A firmeza faz parte do caráter do homem e da mulher de Deus. Isaías 26:3 Cujo propósito é firme”.
Precisamos está firme contra as astutas ciladas do diabo. Ef 6:11, 14 e I Pd 5:9. Pela graça de Deus nele estais firmados. I Pd 5:12

MUDANÇA DE POSTURA RELIGIOSA
“… e sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que no Senhor vosso trabalho não é vão”.
Sempre abundantes na obra do Senhor (Serviço Cristão).
Precisamos sair de uma mentalidade arcaica e errada. (Depois do 3º século da era cristã, passamos a ter mais uma mente religiosa, eclética, de membros e não de discípulos de Cristo cumprindo o ide).
Deixar de viver uma vida inativa, infrutífera. João 15:2 “Todo o ramo que, estando em mim, não der fruto, ele o corta; e todo o que dá fruto, limpa, para que produza mais fruto ainda”.
Fomos salvos para darmos frutos. (As boas obras estão predestinadas pela onisciência de Deus, e fazem parte da missão de cada crente)
“… Pois somos feitura dele, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus de antemão preparou para que andássemos nelas”. Ef 2:10
Os frutos estão em dois contextos:
1. Frutos internos. Do coração, da alma. Gal 5:22
2. Frutos externos. Labor e trabalho. Que é realizado através dos dons espirituais
Seremos reconhecidos pelo trabalho que realizamos. Então dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos;
Porque tive fome, e não me destes de comer; tive sede, e não me destes de beber;
Sendo estrangeiro, não me recolhestes; estando nu, não me vestistes; e enfermo, e na prisão, não me visitastes.
Então eles também lhe responderão, dizendo: Senhor, quando te vimos com fome, ou com sede, ou estrangeiro, ou nu, ou enfermo, ou na prisão, e não te servimos?
Então lhes respondera, dizendo: Em verdade vos digo que, quando a um destes pequeninos o não fizestes, não o fizestes a mim.
E irão estes para o tormento eterno, mas os justos para a vida eterna.

Mateus 25:41-46
Se alguém supõe ser religioso, deixando de refrear a sua língua, antes enganando o próprio coração, a sua religião é vã. A religião pura, e sem mácula, para com o nosso Deus e Pai, são esta: visitar os órfãos e as viúvas nas suas tribulações, e a si mesmo guardar-se incontaminado do mundo”. Tiago 1:26, 27.
Paulo um dos grandes exemplos de labor e trabalho no Senhor: “Mas, pela graça de Deus, sou o que sou; e a sua graça, que me foi concedida, não se tornou vã, antes trabalhei muito mais do que todos eles; todavia não eu, mas a graça de Deus comigo”. I Cor 15:10
Conciliando o trabalho secular e o trabalho para Deus. “… nem jamais comemos pão, de graça, à custa de outrem; pelo contrário, em labor e fadiga, de noite e de dia, trabalhamos, a fim de não sermos pesados a nenhum de vós “; Labor: “kopos”: tribulação; dificuldade; trabalho extremado. Essa palavra também significa golpe ou pancada, e a sua forma verbal significa “cansar-se” (em uma forma), e bater, e espancar em outra forma. Por conseguinte, está em foco um labor cansativo, um trabalho diligente e zeloso.
Fadiga: Cansar-se de trabalhar. “Noite e dia”: Paulo trabalhava no evangelho tão intensamente quanto labutava para ganhar o sustento diário, como se tivesse dois empregos de tempo integral. Era forçado a trabalhar também de noite como durante o dia, a fim de que pudesse devotar o tempo necessário ao trabalho ministerial. Cria não apenas nos resultados da diligência, mas também na disciplina moral do trabalho.
Sua profissão era de fazedor de tendas junto com Áquila e Priscila. At 18:1-3
O próprio Jesus nos deu um exemplo de zelo (João 2:17). “Lembraram-se os seus discípulos de que está escrito: o zelo de tua casa me consumirá”.

Pensamento:
Aquele que não trabalha visando a Glória de Deus e o bem dos homens, não são reconhecidos como um servo de Cristo; e se ele não é um servo, também não é Filho, e, se não é um filho, então também não é um herdeiro e cumpre-lhe não somente trabalhar não apenas por algum tempo, e sim, para sempre, começando, continuando, e terminando cada ação da vida para a glória de Deus e para o bem-estar de seus semelhantes.” Adam Clark
Esse mandamento nos ordena a ocupar-nos de forma diligente no trabalho do Evangelho na causa de Cristo, na proclamação e propagação do evangelho, bem como na edificação dos Santos.

RECOMPENSAS AOS QUE DESENVOLVEM O TRABALHO NO SENHOR
E sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que, no Senhor, o vosso trabalho não é vão”.
O nosso trabalho não é “infrutífero”, “fútil”, “sem propósito”, “sem resultado”, “sem efeito”, “sem proveito”, conforme e indica o vocábulo grego aqui empregado.
Haverá recompensa: Cristo nos promete uma recompensa, eterna e permanente, em vista de nosso trabalho fiel. “Vinde filhos por que fostes fiéis no pouco sobre muito vos colocarei”. “Sê, fiel até a morte e dar-te-ei a coroa da vida”.
Reconhecimento, louvores, honra. “Porque todos devemos comparecer ante o tribunal de Cristo, para que cada um receba segundo o que tiver feito por meio do corpo, ou bem, ou mal”.
2 Coríntios 5:10
Ora, o que planta e o que rega são um; mas cada um receberá o seu galardão segundo o seu trabalho”.
1 Coríntios 3:8
Desde agora, a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, justo juiz, me dará naquele dia; e não somente a mim, mas também a todos os que amarem a sua vinda”.
2 Timóteo 4:8
No reino de Deus, não ganharemos galardões pelos cargos que temos, mas pelo trabalho que exercemos.
Aprendemos nesta meditação como viver uma vida de vitória. Três fatores básicos devem seguir: MUDANÇA DE MENTE (Mente renovada). MUDANÇA DE CARÁTER (sede firmes e inabalável) e MUDANÇA DE POSTURA RELIGIOSA. (Sempre abundante na obra do Senhor).
Qual será a minha resposta a palavra de Deus nessa meditação.
Deus tem me chamado a viver uma vida de vitória, não de derrotas e fracassos.

Eu nasci para vencer.
Share on Google Plus

About Pastor Euller Souza

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário